CANTO E LÁGRIMA: VIDA INTENSA E NÃO REGIDA

"Regida demais, intensa de menos. Lágrimas engolidas pelos cantos da alma que não tem tempo pra sorrir, chorar, sentir. Mãe, irmã, filha, amante, dona de casa, esposa, profissional exemplo..." Relatos das várias mulheres que se escondem dentro de cada mulher, seu mundo, intocável para aqueles que só enxergam com os olhos da carne.

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Tempestade


Olho para o por do sol 
dos dias em que o céu furtacor
e você está lá...

Ouço atentamente a trilha sonora
que me embala os dias
e de alguma maneira ouço você

Danço com suas saias
se irradio, sou bonequinha
a boneca dos seus truques...

Olho para o céu nublado
carregado de lágrimas
e você está lá...

A tempestade me lava o corpo
de suas nuvens... e você está lá...
você dança comigo e se vai.

Por fim somos eu e o Céu
profunda imensidão azul
e muita luz....

Você está nos livros, nos textos
está no espírito, no peito
e arisca, te afasto dos pensamentos

Seu amor também é meu...

Meu amor é saudade
Saudade como tatuagem
Saudade vã, sem cor...

como todo amor que passou...


Nenhum comentário: